skip to Main Content
0800 510 2910 ouvidoria@semae.rs.gov.br
GUARDIÕES DA ÁGUA | Projeto Reúne Representantes Em Videoconferência

GUARDIÕES DA ÁGUA | Projeto reúne representantes em videoconferência

📸 Digue Cardoso | Comunicação Semae

O projeto de educação socioambiental Guardiões da Água, parceria do Semae com a Secult, realizou no sábado (1º) sua primeira videoconferência. A atividade foi transmitida pelo Facebook e contou com a participação de alunos e oficineiros. O coordenador do projeto, Eduardo Tamborero; o secretário de Cultura e Relações Internacionais, Pedro Vasconcellos; o diretor-geral do Semae, Anderson Etter; os vereadores Ana Affonso e Nestor Schwertner; e o prefeito Ary Vanazzi também integraram a transmissão on-line.

 
Tamborero deu início às falas, explicando que a migração das oficinas para o ambiente virtual é uma forma de evitar aglomeração de pessoas e ajudar no combate ao coronavírus. “Ampliamos nossa presença nas redes sociais. Estamos no Facebook, no Instagram e também no YouTube”, comentou.
 
O diretor-geral do Semae, Anderson Etter, destacou que a ideia de fazer da arte uma ferramenta de conscientização ambiental tem dado certo no município. “Por tudo que faz e representa, o projeto Guardiões da Água é símbolo de uma resistência, quando observadas as práticas estabelecidas pelo governo federal no campo do meio ambiente. O Guardiões se baseia em práticas de sustentabilidade, proporcionando um despertar de consciência acerca do nosso papel na defesa do Planeta”, disse.
 
Em sua fala, o secretário de Cultura, Pedro Vasconcellos, afirmou que o projeto tem desdobramentos importantes. “Acredito que a transversalidade de temas potencializa nosso programa. Com isso, estamos contribuindo com a compreensão desse mundo complexo em que a gente vive. A pandemia deu ainda mais luz à importância do meio ambiente. Este debate é e seguirá sendo feito no projeto”, pontuou.
 
O vereador Nestor Schwertner sublinhou que o Guardiões ganhou amplitude e destaque. “O debate sobre a sociedade que nós queremos se faz a partir da conscientização. O Guardiões da Água ajuda a criar uma nova perspectiva e uma nova conduta para o processo que temos pela frente, especialmente no pós pandemia”, grifou.
 
Já a vereadora Ana Affonso afirmou que, a partir do projeto, a cultura e a educação ambiental são irradiadas para as comunidades. “O produto disso é uma visão de cidade construída a partir das trocas que são estabelecidas entre os oficineiros e os alunos. Ou seja, o Guardiões constrói uma relação solidária e isso é maravilhoso”, falou.
 
Fechando o debate, o prefeito Ary Vanazzi destacou a relevância das oficinas. “Este projeto parece simples, mas ele tem uma dimensão estrutural, ideológica, política e de valores muito grande. Ele proporciona uma visão humanista da nossa sociedade. Para nós, a vida tem um valor imenso. O Guardiões da Água é porta-voz disso e queremos que os jovens atendidos também sejam. Que sejamos também porta-vozes da esperança e que deixemos bons sinais na História”, concluiu.
 
Para acompanhar as oficinas, acesse:
Facebook – Guardiões da Água
 
Back To Top

Send this to a friend